sábado, 18 de fevereiro de 2012

Velhas Boas aberturas - BEL AMI

Em 1972, nasceu a TV à cores, mas nesta abertura da novela Bel Ami era ainda em preto e branco. Nesta trama os atores principais eram (os saudosos) Márcia de Windsor e Adriano Reys (que fazia o papel de Eduardo), na extinta Rede Tupi e a música tema era cantada pelo Pete Dunaway.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012


VELHAS BOAS ATUALIDADES

Duas semanas após o acidente que afastou Thiago Fragoso e Danielle Winits do musical, “Xanadu” reestreia no Rio de Janeiro na quinta-feira (16). A informação foi confirmada pelo Teatro Oi Casa Grande que incluiu a peça na grade de programação da casa em seu site oficial.

Dani, que esteve os últimos dias de repouso, está confirmada no retorno do espetáculo. Já Fragoso, que passou por uma cirurgia para reconstruir as costelas, será substituído pelo ator Danilo Timm.

Os atores foram parar no hospital após caírem de uma altura de cinco metros por conta do rompimento de uma estrutura de cabo de aço que fazia com que eles voassem sobre a plateia durante a peça.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Programas e novelas inesquecíveis


O Clube do Bolinha foi um programa de auditório brasileiro exibido aos sábados pela Rede Bandeirantes.
Apresentando por Édson Cury, mais conhecido como Bolinha, o programa revelou muitos talentos da música brasileira, pois era uma vitrine para artistas consagrados ou em começo de carreira. Uma das características marcantes do programa era a irreverência do apresentador, que costumava conduzi-lo vestido com camisas bufantes supercoloridas. No palco havia as festejadas boletes, dançarinas contratadas para animar o palco. As principais delas eram Zulu (a bolete que nunca sorria) e a belíssima Loraina, destaque na última abertura do programa. Algumas antes de se tornarem boletes dançaram no programa do Chacrinha como Índia Amazonense, Sonia Rangel, Rita Cassino, Rose Cleópatra, Mara Prado, Sandra Veneno, Regina Polivalente, Leda Zeppelin, Kátia Pavão, Fátima Boa Viagem, Gracinha Copacabana, Gracinha Portelão, Chininha. O programa contava também com vários quadros, entre eles o antológico "Eles e Elas", no qual havia shows de travestis, drag queens e transformistas.
O Clube do Bolinha foi durante anos a principal atração das tardes de sábado da Bandeirantes até que, em 1994, a emissora decidiu tirá-lo de sua grade.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012


A Rádio Fluminense FM foi inaugurada em 1972, em Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Na primeira década, transmitiu corridas de cavalo e tinha profissionais vindos da Fluminense Difusora AM.
Em meados de 1981, a direção aceitou a reformulação da rádio, com a entrada da equipe formada pelos radialistas Amaury Santos e Sérgio Vasconcellos, comandados pelo jornalista Luiz Antonio Mello, todos à época beirando os 26/27 anos. No dia 1º de março de 1982, às 6 horas, teve início uma mudança radical no meio radiofônico e musical brasileiro: a nova Fluminense FM entrou no ar, no dial 94,9 MHz, com uma locução exclusivamente feminina, sendo a locutora Selma Boiron a responsável pela inauguração da rádio.
Esses e outros detalhes podem ser conferidos nos livros "A Onda Maldita" (1992), de Luiz Antonio Mello, e "Rádio Fluminense FM: a porta de entrada do rock brasileiro nos anos 80" (2006), de Maria Estrella. Os livros são complementares e contam a história de uma rádio que merece viver sempre na memória dos fluminenses que aproveitaram o melhor dos anos 80.
Em meados de 2005 a rádio passou a transmitir notícias com a rede Band News FM, atualmente é chamada de BandNews Fluminense FM.